Total de visualizações de página

terça-feira, 19 de abril de 2011

AS TRIBOS DE PERNAMBUCO...

Hoje, Pernambuco exibe suas tribos, pessoas com tradições seculares, que carregam em seus genes uma herança cultural e histórica. Os índios pernambucanos são descendentes de guerreiros, bravos lutadores que ajudaram a escrever a história não apenas do nosso Estado, mas do Brasil como um todo.
FULNI-Ô...


Também conhecidos como Carnijó ou Carijó, vivem do artesanato e

agricultura de subsistência no município de Águas Belas. Conservam o idioma

Yathê e alguns rituais como o Ouricuri.


KAPINAWÁ...

Fonte da Imagem: vivapernambuco.com.br

Vivem na região da Serra do Ororubá, município de Pesqueira, conservam

 algumas festas religiosas como a de Nossa Senhora da Montanha e praticam

a agricultura de subsistência.


PIPIPÃ...


Esses índios viviam nas caatingas entre os vales dos rios Moxotó e Pajeú e

foram praticamente dizimados em meados do século XVIII. Atualmente, existe

um pequeno grupo de remanescentes no município de Floresta, na região do

Rio São Francisco.

KAMBIWÁ...

Fonte da Imagem: flickr.com

O grupo ocupa uma área de 27 mil hectares de terra entre os municípios de


Ibimirim, Inajá e Floresta, desenvolvendo agricultura de subsistência.


ATIKUM...

Fonte da Imagem: panoramio.com

Esses índios ocupam uma área de 16 mil hectares no município de


Carnaubeira da Penha, vivem da agricultura de subsistência.


TRUKÁ...

Fonte da Imagem: flickr.com

Grupo de remanescentes indígenas que vivem da agricultura no município de


Cabrobó.


PANKARARU...


Seus remanescentes estão distribuídos em 14 mil hectares de terra entre os

municípios de Tacaratu, Jatobá e Petrolândia, conservando algumas de suas

festas tradicionais como a Festa do Menino do Rancho e o Flechamento do

Umbu.


TUXÁ...

Fonte da Imagem: maispe.blogspot.com

Grupo de 41 índios assentados em um acampamento da Chesf, no município


de Inajá, depois que suas terras foram inundadas pelo lago da hidrelétrica de


Itaparica.


XUCURU...

os índios marcados para morrer, os remanescentes do grupo indígena Xucuru

 vivem na área da Serra do Ororubá, a seis quilômetros da cidade de

Pesqueira, no Agreste do Estado. Os grupos familiares ocupam 18 aldeias,

sendo a de Canabrava o núcleo mais habitado. É também em Canabrava onde

são encontrados vestígios marcantes dos traços culturais dos índios cuja

presença na região vem desde a época da colonização portuguesa.



TRISTES CURIOSIDADES...

 
Entre 1980 e 2001, foram assassinados 27 remanescentes dos Xucurus. Um dos casos

mais conhecidos é o de Francisco de Assis Santana, ou Chico Quelé, chefe da aldeia

Pé-de-Serra, morto a tiros de espingarda calibre 12, a 23 de agosto de 2001.

Mas os assassinatos de maior repercussão foram os do procurador da Funai

Geraldo Rolim, em 1995, e o do cacique Francisco de Assis Pereira de Araújo,

Xicão, em 1998. Os índios disputam a posse das terras com 281 fazendeiros

que também ocupam a região.


Edição: Vanusa Lima
Fonte Textual: Mauro Mota, Bê-a-Bá de Pernambuco, 1991 e pe-az.com.br

Translate